31º Festival Nacional de Gastronomia – Santarém – 21 de Outubro a 6 de Novembro de 2011

De 21 de Outubro a 06 de Novembro

Festival Nacional de Gastronomia apresenta a sua 31ª edição.

O Festival Nacional de Gastronomia, que todos os anos atrai centenas de milhares de visitantes à cidade de Santarém, celebra em 2011 a 31.ª edição, sob o signo «O País à sua Mesa».

Ao longo das últimas três décadas, este evento tem divulgado e projectado, de forma determinante e amplamente a gastronomia portuguesa nas suas vertentes patrimoniais, culturais, turísticas e económicas.

Na Casa do Campino, a gastronomia é o prato forte do Festival, quer pelos almoços regionais temáticos, quer também pela animação diária onde acontecem demonstrações culinárias, provas de vinhos e a musica, tudo complementos ideais para bem condimentar esta grande festa nacional (ver Animação no Festival).

As Tasquinhas “a alma do Festival” ocupam sempre, um lugar de relevo neste certame, dando-nos a provar as melhores receitas nacionais.  Dia 21 de Outubro a entrada no certame será grátis com animação incluída.

Consulte em detalhe o programa do 31º Festival Nacional de Gastronomia

Bolo de melancia?!

Aqui fica uma sugestão de apresentação de melancia. Uma excelente e fresca alternativa ao bolo tradicional. Com umas velinhas até dá para cantar os parabéns ao post nº100 deste cantinho que já viu melhores dias!

È simples e fácil de fazer.

Escolha uma melancia alongada de modo a obter uma secção do meio o mais plana possível cortando os dois topos arredondados.

Se for necessário, rectifique o corte de modo a ficar direito.

Retire a casca verde a toda a volta.

Vá retirando a parte branca em finos golpes, rodando a melancia de modo a ficar o mais arredondado possível.

A melancia ficará assim, em forma de bolo ou de queijo. De seguida a decoração. faça umas bolas de meloa amarela ou verde.

E coloque por cima a toda a volta.

Lamine umas fatias de ananás ou use em lata. Com a ajuda de palitos fixe à volta do “bolo”.

Complete a decoração com rodelas de kiwi, uvas, o que entender.

Sirva e divirta-se com a reacção de míudos e graudos. A frescura da fruta numa apresentação mais cuidada. Ideal para uma festa ou um almoço entre amigos.

Experimente e comente!

Chilli com carne e broa de milho

Este últimos dias, frios e chuvosos, são o pretexto ideal para um prato reconfortante. Daqueles que nos acaricia a alma a cada garfada.

Tinha visto no programa da Nigella Watson, uma morena balzaquiana e roliça que lambuza os dedos enquanto cozinha, uma receita de chilli com carne com cobertura de pão de milho.

Decidi adaptá-la e o resultado foi muito interessante.

Usei:

  • 1kg de carne de vaca picada
  • 0,5 kg de carne de porco picada
  • 2 cebolas
  • azeite
  • 1 lata de tomate
  • 2 latas de feijão encarnado
  • louro
  • 1 colher de chá de garam masala
  • 2 malaguetas secas
  • pimenta da terra dos Açores (opcional)
  • molho inglês
  • ketchup
  • açucar mascavado
  • 2 colheres de chá de cacau
  • alho em pó
  • 1 broa de milho
  • queijo ralado para gratinar

Chilli com carne e broa de milho

Piquei as cebolas que refoguei ligeiramente em azeite. Juntei as especiarias, o alho em pó, as malaguetas picadas, o louro.

Adicionei a carne moída e mexi com um garfo para a separar. Deixei cozinhar um pouco e após juntei o tomate passado. Após uma hora em lume brando, juntei o cacau, o molho inglês, o açucar e o ketchup de modo a temperar a acidez excessiva do tomate e das malaguetas.

Chilli com carne e broa de milho

Juntei o feijão encarnado e deixei apurar o conjunto.

Chilli com carne e broa de milho

Na picadora, piquei uma broa com uma colher de azeite, para ligar e não ficar demasiado seca.

Chilli com carne e broa de milho

Ralei uma boa quantidade de queijo. Usei São Miguel que trouxe dos Açores.

Apaguei o lume da carne  e deixei arrefecer. Deste modo o conjunto fica mais espesso e aguenta melhor a cobertura.

Chilli com carne e broa de milho

Cobri com a broa e por cima coloquei o queijo. Levei ao forno para tostar a broa e gratinar o queijo.

Chilli com carne e broa de milho

Servi, guarnecido com um pouco de pimenta-da- terra dos Açores para dar cor.

Chilli com carne e broa de milho

Ficou assim. Rico em cor e texturas. Untuoso e crocante. Reconfortante e prenhe de sabor.

Cortes de Cima - Trincadeira 2008

Acompanhei com este maravilhoso Trincadeira 2008 das Cortes de Cima. Aroma de ameixa e frutos vermelhos e um pouco de canela. Redondo e frutado na boca e muito suave de taninos mostrou ser boa companhia para o prato e poder evoluir ainda bastante na garrafa.

Experimente e comente!

Sondagem

30º Festival Nacional de-Gastronomia – Santarem – 2010 -16 de Outubro a 1 de Novembro – Programa e Indicações Úteis

Aqui fica o programa para consulta rápida.

 

Indicações Úteis:

Data: 16 Out a 01 Nov

Lugar: Casa do Campino

Campo Infante da Câmara – 2000-014 Santarém

Tel.: 243 330 330 / 243 325 670
Fax: 243 330 340

HORÁRIOS DO FESTIVAL
De Segunda a Sexta-feira:

Das 12:00 às 16:00 horas
E das 19:00 às 24:00 horas

Sábados, Domingos:

Das 12:00 às 24:00
Dia 01 de Novembro das 12:00 às 19 horas
Almoço Regional às 13 horas no Salão da Casa do Campino

PREÇO DA ENTRADA NO FESTIVAL
2,50 euros por pessoa (dias 18 e 19 de Outubro – 2 euros por pessoa)
20 euros – Cadernetas de 10 ingressos (à venda de 6 a 15 de Outubro na Casa do Campino).

Reserva e Aquisição dos Almoços Regionais
Preço – 30 euros
Plenotur – Agência de Viagens e Turismo, Lda.
Telf.: 243 333 022/38
Fax: 243 333 050
Email: geral@plenotur.pt

 

Destaque especial para a animação que este ano foi reforçada com a presença de artistas de nomeada. A saber:

 

Dia 16/10 – Orquestra Santos Rosa 

Dia 17/10 – Grupo de Pauliteiros de Miranda do Douro

Dia 18/10 – Augusto Canário e Amigos e Grupo Ferra o Bico

Dia 18/10 – Fernando Mendes – Espectáculo “Mendes.Come”

Dia 19/10 – Augusto Canário e Grupo Ferra o Bico

Dia 19/10 – José Cid “Sons da Lezíria”

Dia 20/10 – Animação Regional da Responsabilidade do Turismo do Oeste

Dia 21/10 – Alma Nostra – Grupo de Música Tradicional Portuguesa

Dia 22/10 – Grupo Folclórico das Abitureiras e Golegã

Dia 23/10 – Carlos Alberto Moniz

Dia 24/10 – Roberto Leão

Dia 25/10 – Carminho

Dia 26/10 – Orquestra Típica Scalabitana

Dia 27/10 – Vira-Milho de Santa Comba Dão – Grupo Musical

Dia 28/10 – Cantares de Cuba – Alentejo

Dia 29/10 – Rancho Etnográfico de Castelo do Neiva

Dia 30/10 – Grupo de Música e Dança VilaGarcia de Arousa – Galiza

Dia 31/10 – Tonecas – São Tomé e Príncipe

Dia 01/11 – Animação Regional da Responsabilidade do Turismo do Algarve

 

 

Qualquer dúvida ou pedido de sugestão ou dica quer para a viagem quer para a estadia ou outra não hesite em contactar.

Grão com bacalhau no tacho

Esta receita é uma derivação da massa à barrão. É simples, rápida e de sucesso garantido.

Grão com bacalhau no tacho

Usei:

  • alho francês
  • ceboleta ou cebola roxa e chalotas
  • alho
  • batatas primor
  • tomate cherry
  • pimentos laranja
  • louro e sementes de coentro, oregãos
  • 4 lombos de bacalhau
  • grão demolhado de véspera e cozido

Grão com bacalhau no tacho

Fiz uma cama com as cebolas e o alho francês.

Grão com bacalhau no tacho

De seguida coloquei os lombos de bacalhau que cobri com o pimento, alhos laminados, as sementes de coentro e os oregãos. Rodeei o bacalhau com os tomates e as batatas.

Grão com bacalhau no tacho

Reguei com bom azeite e refresquei com bom vinho branco. Tapei e deixei cozinhar. De seguida juntei o grão já cozido e por fim juntei um pouco de coentros no final.

Grão com bacalhau no tacho

Fica assim no prato. Colorido e delicioso. Um festim de cores e aromas.

Acompanhei com um Touriga Nacional da Quinta da Alorna. Um monocasta equilibrado, com um final longo e saboroso. Complemento ideal para o prato.

Quinta da Alorna Touriga Nacional

Bom apetite. Experimente e comente!

30º Festival Nacional de Gastronomia – Santarém – 2010 – 16 de Outubro a 1 de Novembro

“A Câmara Municipal de Santarém e a Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo realizam o XXX Festival Nacional de Gastronomia, um dos mais prestigiados certames a nível nacional.De 16 de Outubro a 01 de Novembro visite Santarém. A Casa do Campino volta a ser palco deste Festival em que os visitantes podem degustar os sabores tradicionais dos quatro cantos do País.

Almoços regionais e tasquinhas

O Salão Nobre da Casa do Campino acolhe os almoços regionais, que este ano vão estar representados pelas seguintes Entidades Regionais de Turismo:

16 de Outubro – Entidade de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo

Almoço confeccionado pelas Equipas Olímpicas de Culinária

17 de Outubro – Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal _ Dia de Trás os Montes

Almoço confeccionado pelo Restaurante “Dom Roberto” de Gimonte, Bragança

20 de Outubro – Entidade de Turismo do Oeste

21 de Outubro – Entidade de Turismo da Serra da Estrela

22 de Outubro – Almoço Confeccionado pelas Escolas de Hotelaria

23 de Outubro – Região de Turismo dos Açores

Almoço confeccionado pelo Restaurante “José do Rego”

26 de Outubro – Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal

Almoço confeccionado pelo Restaurante “Foz Velha”

27 de Outubro – Entidade de Turismo Centro de Portugal

Almoço confeccionado pelo Restaurante “Papa Figos”

28 de Outubro – Entidade de Turismo do Alentejo

Almoço confeccionado pelo Restaurante “São Rosas” de Estremoz

29 de Outubro – Entidade de Turismo Norte de Portugal – Minho

Almoço confeccionado pelo Restaurante “O Augusto”

01 de Novembro – Entidade de Turismo do Algarve

Almoço confeccionado pelo Restaurante “Eira do Mel”, Vila do Bispo

Mantendo a tradição de ter representantes de além fronteiras e, particularmente de um País de Língua Oficial Portuguesa, O Festival de Gastronomia acolhe no dia 30 de Outubro o Dia da Galiza, Espanha, cujo almoço será confeccionado pelo Restaurante “O Mariñeiro” com um menu especial “Xacobeo 2010” e dia 31 o Dia da República de São Tomé e Príncipe.

Estão ainda representados nas Cavalariças 1 e 4 os restaurantes “Cortiço” de Viseu, “O Porquinho” de Coimbra, “Tasca Rasca” de Faro, “O Costa” de Vila Real, “O Académico” de Bragança, “O Palhinhas” de Rio Maior, “O Flor” de Gouveia, “Estelas” de Peniche, “Lampião” de Évora, “O Torres” de Vila Verde.

No Pavilhão do Futuro, os visitantes podem degustar diversas especialidades da doçaria nacional, entre as quais os Pampilhos, Celestes e Arrepiados da Pastelaria Bijou em Santarém.

A área dos Claustros da Casa do Campino acolhe diariamente, para além da animação musical e tradicional, uma mostra de artesanato nacional.

A informação, veiculada pelo Vereador da Câmara Municipal de Santarém e Vice-Presidente do Festival Nacional de Gastronomia, António Valente, pode ainda sofrer pequenas alterações.”

Fonte: Câmara Municipal de Santarém

Em breve disponibilizaremos mais pormenores aqui.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 27 outros seguidores