Bacalhau com três feijões, sêmola de milho e alecrim


Se há 1001 uma maneiras de fazer bacalhau esta será mais uma. Tinha uns bons lombos de bacalhau, ideais para em generosas lascas, banhar no bom azeite novo. Uma cebolada rica, o feijão, o perfume do alecrim. O milho crocante. O vinho, sempre o vinho!

Usei:

– 3 postas do lombo de bacalhau, 1 cebola grande, 1 cebola roxa, um alho francês, 2 dentes de alho, azeite, vinho branco, banha de porco preto e louro;

–  feijão encarnado, manteiga e branco ( 1 lata pequena de cada), sêmola de milho, alecrim e pimenta.

Fiz um refogado ligeiro com as cebolas, o alho francês, os dentes de alho e louro. Refresquei com bom vinho branco e deixei cozinhar até as cebolas ficarem no ponto.

Cozi o bacalhau da maneira habitual, de modo a conseguir umas lascas suculentas e generosas que adicionei à cebolada, envolvi e deixei apurar uns minutos.

Escorri as latas de feijão e passei por água fria. Misturei as três qualidades e coloquei num Pyrex de ir ao forno por cima da camada de cebolada e bacalhau. Reguei abundantemente com azeite. Misturei a sêmola de milho com as folhas de alecrim e pimenta moída. Cobri o feijão com esta mistura.

Levei ao forno quente durante uns minutos para o azeite ferver e para torrar a cobertura crocante de milho e alecrim.

Ficou assim no prato. A cobertura de milho e alecrim resultou em pleno, emprestando novas texturas e aromas ao conjunto. O maravilhoso azeite embebeu os feijões e o bacalhau. Vários aromas, várias texturas e cores.

Para acompanhar uma boa salada e um vinho muito bom. O Quinta do Gradil de 2003 numa garrafa com excelente apresentação.

Castas: Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Syrah – Estágio: 8 meses carvalho novo francês – 14% Vol.

Um vinho do qual é fácil gostar com uma tonalidade ruby escuro e um nariz a mostrar um aroma de boa intensidade. Final médio/longo. Uma aposta ideal para acompanhar o prato.

Bom apetite! Experimente e comente!

15 Respostas

  1. Scalabis, adorei a ideia dos três feijões!!! bjs

  2. Querido Scalabis! Já não aparecia aqui à uns tempos! Este regresso tem sido atribulado q.b. Ando para te enviar um e-mail à mais de uma semana… Pode ser que este findi eu tenha tempo! :o)

    Bem, o bacalhau, que dizer? Eu simplesmente adoro bacalhau. E bom azeite. Digamos que essa mistura de feijões está bem surpreendente! Bem original! Eu arrisco dizer que essa ideia do milho crocante daria uma bela textura a qualquer acompanhamento que aí pusesses: batata cozida, puré… A experimentar!
    Ah, e o vinho também me pareceu muito bem!

    Beijo

    P.S. Provei alguns vinhos por ti recomendados. O “mistério” e o “fiuza”. Responderam bem à expectativa. É verdade, conheces o vinho “cabeça de burro” certamente. Procurei imenso e não houve jeito de encontrá-lo. Natal é má época para estas compras de última hora! Que me tens a dizer sobre esse vinho? Eu acho muito bom. Um dia destes, apresenta aqui um prato que combine! :o)

  3. Xiiii…. Sorry, ficou testamento! :o) Eu falo prá xuxu!

  4. Gostei da ideia. Está com um aspecto muito apetitoso.

  5. Eu cá acho que há mais de 1001 maneiras de cozinhar bacalhau e esta tua é certamente uma das que tenho que experimentar! Gostei muito da conjugação dos feijões com o bacalhau e achei super original a sémola de milho…deve dar uma consistência crocante delíciosa.

    bjs

  6. bem, gostei particularmente da opção de misturar a cebola roxa e a banha de porco preto: para kem aprecia as coisas da cozinha, sabe k o gosto desta banha, é realmente diferente, e a diferença faz a qualidade, no caso.
    Quanto à sêmola de milho ( eu k adoro milho e derivados), calculo k a combinação final dos sabores, resulte em qualquer coisa de delicioso!…. adorei.vou experimentar. beijo

  7. Mais uma surpreendente criação!

    Gostei principalmente do trio: semola / alecrim / pimenta.

    O colorido do feijão dá um aspecto de festa ao bacalhau.

    Beijocas

  8. consegues sempre surpreender-nos… esta receita deve ficar uma maravilha
    parabéns pela originalidade

  9. que receita MARAVILHOSA! outstanding! com esses feijoes e a semolina. preciso comprar mais bacalhau.

  10. Este bacalhau está fantástico, por tudo e mais alguma coisa… a ideia de misturar 3 feijões e eles proprios com bacalhau é o máximo!
    A crosta só pode ter ficado um espectáculo… Adorei!
    Beijos.

  11. Confesso ke não aprecio muito feijão. Mas também confesso ke a receita despertou todo o meu interesse e curiosidade! Acho ke o meui marido é ke vai lucrar: ele adora feijão … e azeite novo! Lindo

  12. Receita e texto poéticos. E coincidência, comprei 3 latas de feijão há um mês. Resultado : tenho que experimentar ! E pra melhorar, sou fã de alecrim !

  13. gostei dessa criação (bem fora das associações mais óbvias do feijão frade ou do belo do grão), e o quinta do Gradil está na calha, tenho alguma curiosidade

  14. Diga-se primeiro que eu não sou louca por bacalhau, mas desta forma até eu me rendo. Adoro a ideia do feijão com o alecrim e a semolina! O Provador agradece todas as razões que me levem a cozinhar bacalhau!!

    Bj

  15. Adorei esta receita!
    Achei bastante original com o feijão.
    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: