Medalhões de pescada com laranja e compota de maracujá e risotto de ervilhas


Há já alguns dias que não me saía da cabeça um prato de peixe com laranja que vi aqui no Chucrute com Salsicha. O blog da Fer é um dos meus preferidos. Tem receitas maravilhosas, tem crónica de costumes e tem, na minha opinião, as melhores fotografias de comida que já vi. É, portanto, uma inspiração.

Utilizo muito os medalhões pois é uma maneira prática e versátil de dar peixe ao pessoal mais pequeno sem eles reclamarem das peles e das espinhas.

Partindo da receita da Fer, decidi fazer umas ligeiras alterações e ficou muito bom.

Usei:

– 4 medalhões de pescada, 2 laranjas de casca não vidrada, gengibre fresco, manteiga;

– 4 maracujás, açúcar, um cálice de vinho Moscatel;

– arroz carnaroli, ervilhas, lombo fumado de Ponte de Lima e queijo Parmigiano.

Coloquei os medalhões num Pyrex de ir ao forno. Temperei-os  com sal, raspa de laranja e gengibre fresco ralado. Reguei com o sumo das laranjas e deixei a marinar aproximadamente uma hora. Coloquei uma noz de manteiga por cima de cada um e levei  ao forno envolto em papel de alumínio. Aguardei 20 minutos, retirei a folha de alumínio e deixei mais 10 minutos no forno.

A ideia inicial de acompanhamento era um puré de  ervilhas que também tinha visto no Chucrute e, por isso, cozi ervilhas em água salgada com um dente de alho. Todavia, pensei que a rapaziada de casa podia torcer o nariz à coisa e optei por um risotto. Tenho de controlar as inovações!

Enquanto cozinhava bebia um Moscatel (delicioso, não é, Eduardo?) e o aroma a laranja e maracujá do vinho deu-me uma ideia. Iria tentar recriar esses aromas e sabores no prato. Por sorte tinha maracujá destinado a um doce na fruteira. Uma compota rápida. Retirei a polpa aos frutos, juntei açúcar a olho e um cálice de vinho Moscatel. Levei ao lume brando e deixei incorporar até ficar com a textura de uma compota.

Fiz o arroz aproveitando a água da cozedura das ervilhas que ia juntando aos poucos como mandam as regras. Juntei parte das ervilhas, pedaços de lombo fumado e no final queijo Parmigiano ralado na altura.

Servi os medalhões com a compota de maracujá por cima e o risotto. Resultou em cheio. O acidulado doce da laranja e maracujá. A explosão de aroma e o contraste de textura das sementes do maracujá!

Para harmonizar, mais um grande vinho novo. Nesta altura em que começam a ficar disponíveis no mercado os vinhos brancos e rosés de 2007, corro os produtores aqui da zona para provar pois adoro o frutado e o floral destes vinhos.

Desta vez o Touriga Nacional 2007 Rosé da Quinta da Alorna. Aroma floral vincado, final longo, suave e refrescante. Excelente!

Bom apetite! Experimentem e comentem!

17 Respostas

  1. É tudo o que eu gostaria de ter para o almoço de hoje, pena estar do outro lado do oceano.

  2. Ficou tudo mais que perfeito…
    Beijo.

  3. Estou siderada…maracujá, moscatel, laranja, gengibre…são música para os meus ouvidos e um festim para o meu palato.

    Uma vez mais fiquei de olho no vinho. Tenho tomado muitíssima atenção às tuas escolhas vínicas e nem imaginas como tenho brilhado (o meu marido acha que andei a fazer um curso…um dia destes conto-lhe a verdade!)

    bjs

  4. Hummm esta receita está divinal!! Que fotos fantásticas e que combinação de ingredientes maravilhosa e requintada. Uma refeição de luxo!

    Respondo à pergunta que deixaste lá no meu blog, eu vivo a 5 minutos de santarém mas em breve de mudança para o cartaxo…
    De qualquer das formas somos “vizinhos”.
    Sim era uma óptima idéia formarmos um clube de gulosos da região do Ribatejo, iria ser muito engraçado🙂

    Vou adicionar o teu link lá no meu blog, posso?

    Beijinhos

  5. Esse prato está riquissimo em cores, sabores e aromas.
    Adoro peixe combinado com laranja, mais uma fantástica criação. Parabéns.

    Beijocas

  6. Achei muito interessante a junção do maracujá ao peixe (isto de saborear um moscatel enquanto se cozinha tem dessas coisas…). Quanto ao vinho, ainda não o vi no mercado; gostei do 2006, foi dos poucos rosés que não me desiludiram. Já agora, acabou de sair um soberbo rosé feito com moscatel roxo pelo Domingos Soares Franco que é uma maravilha.

  7. Que mistura fantástica de sabores….

  8. fico imensamente lisonjeada com isso, mas o seu peixe arrasou Paris em chamas! lindo demais e com maracuja, nao tem concorrencia!

    um abracao!🙂

  9. Peixe, maracujá, laranja, risotto, ervilhas e … Moscatel !!! É,deve ter sido delicioso mesmo !

  10. Menu completo e delicioso. Maracujá e peixe é uma combinação bastante saborosa.

  11. Anda também nas minhas ideias fazer um peixe grelhado com molho de maracujá.
    Gostei muito desta sugestão.

  12. *sem palavras* O que é que eu posso dizer? AMEI! E fiquei tentada a procurar o vinho – eu, a grande bebedora de água… deve ser da cor!!

    Bj

  13. Tudo isso e uma pessoa morta de vontade de provar do lado ká. risos Que delícia!

  14. As receitas tao boas menos as vossas

  15. Desculpem nao era as vossas eram as outras

  16. Perdoao-me,por favor?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: