Lombos de salmão em vapor de laranja e risotto de abóbora e gengibre com botifarra catalã

Uns lombos de salmão são sempre uma boa aposta. Versáteis e práticos sujeitam-se a um sem número de combinações e modos de confecção.

Como são uma das preferências da pequenada cá de casa por não terem espinhas nem pele, tento inovar no  modo de preparação e apresentação. Esta foi a última experiência.

Lombos de salmão em vapor de laranja e risotto de abóbora e botifarra catalã

Lombos de salmão em vapor de laranja e risotto de abóbora e botifarra catalã

Utilizei um tacho de cozer a vapor. Aromatizei a água com uma folha de louro, um dente de alho e um pouco de poejo. Na parte de cima furada coloquei umas rodelas de laranja acamadas. Coloquei os lombos de salmão temperados de sumo de laranja, sal e pimenta, por cima. Deixei cozer.

Salmão na panela de vapor

Salmão na panela de vapor

Para o risotto de abóbora piquei finamente uma cebola média que levei a cozinhar com azeite sem deixar refogar demasiado. Juntei gengibre ralado que acho que vai muito bem com a abóbora em cubos; um pouco de alho em pó e uns cubos de botifarra catalã, um enchido à base de porco e especiarias. Refresquei com vinho branco e juntei o arroz carnaroli. Fui juntando um caldo de galinha ligeiro como mandam as regras, aos poucos, até o arroz estar cozido.

Risotto de abóbora ...

Risotto de abóbora ...

No final juntei um pouco de queijo parmiggiano ralado.

Acompanhei com uma salada de agrião e tomates secos. Ficou muito agradável. O salmão incorporou os aromas da laranja e da água e ficou suculento e rico de aromas e sabor. O risotto ficou muito bem. Ao adocicado da abóbora  juntou-se a frescura do gengibre e o sabor a especiarias do enchido, resultando num conjunto muito harmonioso.

O resultado final

O resultado final

Bom apetite. Experimente e comente!