Festas de São José em Santarém – 18 a 21 de Março de 2010

Festas de São José 2010 - Santarém

Festas de S. José – Comemoração do Feriado Municipal

De 18 a 21 de Março – Santarém

O Município de Santarém pretende recriar a festa do Ribatejo, exaltando alguns dos seus ícones, como a festa brava e o ambiente tipicamente ribatejano. É este o grande objectivo deste ano das Festas do Município que têm início no dia 18 e que se prolongam até ao dia 21 de Março, cujo ponto alto será no dia 19, Dia de S. José, Feriado Municipal.

Os campinos, os touros, o artesanato, música e o folclore vão voltar à cidade de Santarém e ao antigo Campo da Feira com o objectivo de avivar os grandes momentos da festa ribatejana.

Este evento tem como objectivo celebrar a honra da nossa cidade e de S. José, convocando o passado para este reencontro com a história, com a tradição, com a construção do nosso devir liberdade, orgulhosos da nossa a terra, contribuindo para a sua afirmação no quadro nacional.

Fonte: a comunidade online O Tejo.

Em breve disponibilizaremos o programa das festas!

Anúncios

Morreu Alfredo Saramago

No meu penúltimo post tinha falado de um livro de que gosto muito cujo autor é Alfredo Saramago.

Com uma personalidade singular foi director da revista Epicur, autor de vários livros e um estudioso da nossa história e tradição gastronómicas.

Faleceu hoje e o “Amigos do Balde” deixa aqui a homenagem ao homem e à obra! Continuar a elaborar e a provar uma das milhares de receitas por si referenciadas será a melhor maneira de lhe agradecer e perpetuar a obra e vida.

Dia Mundial do Livro – O Livro de Cozinha

Assinala-se hoje dia 23 de Abril o Dia Mundial do Livro. Instítuido em 1996 pela UNESCO, coincide com o dia da morte de dois dos maiores escritores da história da humanidade, Cervantes e Shakespeare.

Apesar das mortes anunciadas o livro continua a fazer parte da vida de milhões de pessoas, constituindo um veículo primordial de transmissão de conhecimentos e experiências entre gentes e gerações.

Sempre fez e sempre fará, parte fundamental da minha. Não há maior conforto que folhear devagar um velho livro. Daqueles que cheiram a livro, sublinhados. Aqueles que sabemos de cor. Que foram nosso ombro amigo, nosso confidente.

De entre os livros da minha vida há, como não podia deixar de ser, alguns livros de cozinha. E acredito que a quem me lê se passe o mesmo.

Lembrei-me então de, aproveitando este dia, pedir a vossa colaboração para fazer aqui uma espécie de “Top dos Livros de Cozinha” ou ” Os livros de cozinha das nossas vidas”. A ideia será criar uma página onde for colocando os meus e os vossos livros de eleição. Novidades, raridades,antiguidades, não importa.

Uma foto (se for possível), uma pequena descrição, o autor, o título, uma receita escolhida, e um comentário pessoal sobre o livro.

Fico a aguardar ansioso, as vossas contribuições através do mail do blog: xantarin@gmail.com

Beijos e abraços!

5 ameixas em 25 minutos

Será que não se podia repetir, como uma receita!! Coisa linda!

No tempo dos nossos avós …

…era assim.

Algumas fotos do Mercado Tradicional integrado nas festas de São José em Santarem.

 –
 –
 –
E este “palhinhas” maravilhoso!!??

Aqueles cujo nome não podemos pronunciar…

Se há “palavras que nos beijam” como dizia Alexandre O’Neill; há pratos e sabores, aromas e cores, que nos abraçam e confortam a alma. Este petisco é um desses casos.

O dia do pai, desperta-me sentimentos ambíguos e contraditórios. Porque sou pai, mas também sou filho.

Em Santarém, por ser feriado municipal, o dia de São José ou dia do pai, sempre foi vivido de modo diferente. É dia de festa e romaria. Por ser feriado o pai estava em casa, e eu e a minha irmã, acordavamos mais cedo para, orgulhosos e sorridentes, ofertar e acarinhar o nosso pai, como os meus filhos ontem fizeram.

Este prato só me lembro de o comer com o meu pai. Entrávamos na Tasca do Quinzena, um dos ex-libris de Santarém. Ele, vaidoso, com uma festa firme na nuca encaminhava-me para aquele mundo de homens. De vozes e cores. De aromas. De sabores, muitos sabores. Eu, vaidoso, absorvia aquele mundo como uma esponja.

Haviam pratos e condimentos que constituíam uma espécie de ritual de iniciação, de passagem. Este era um deles: túbaros de porco fritos.

Esta é a minha versão. Túbaros de porco de fricassé com pimenta rosa.

Fiz assim.

Cortei os túbaros em fatias grossas e temperei de sal e pimenta. Levei a fritar em azeite. Retirei da frigideira e levei a escorrer num passador de rede durante ap. uma hora. Depois cortei em cubos e temperei com bastante sumo de limão e alhos laminados.

Deixei a marinar durante umas horas e voltei a  levar a fritar em azeite bem quente. Rectifiquei os temperos, retirei a carne e juntei mais um pouco de sumo de limão e uma gema de ovo para o fricassé.

Servi com salsa e pimenta rosa moída.

Atreva-se!

Experimente e comente! Bom apetite!

Festas de São José em Santarém

Infelizmente o tempo para cozinhar tem sido muito escasso devido a afazeres profissionais.

No entanto não queria deixar de convidar os amigos visitantes a virem a Santarém às Festas de São José, entre dia 14 e 19 de Março.

De 14 a 19 de Março, Santarém volta a relembrar os grandes momentos da festa Ribatejana com mais uma edição das Festas de S. José, que vão decorrer no antigo Campo da Feira. Durante seis dias não vão faltar as tradicionais largadas de toiros e uma Corrida à Portuguesa, um mercado tradicional, espectáculos de fado e de música popular, danças de salão e um baile à moda antiga com acordeão, entre muitas outras actividades. Do programa, destaque para uma procissão em honra de S. José, Santo Patrono dos Artífices, uma missa da Cidade com bênção aos Romeiros de S. José(Dia 19 de Março -Feriado Municipal), concertos com os Clã, The Lucky Duckies e Quim Barreiros, espectáculo a Lenda de Paloma Brava com a companhia de dança Mais Flamenco Ballet,fados, baile à moda antiga e folclore.”

De entre o vasto programa saliento a actuação dos Clã no Sábado dia 15 às 22.00, e especialmente, da nossa amiga Marizé do Tachos de Ensaio e a sua  Orquestra Típica Scalabitana, às 20.30. Um espectáculo de cor, som e alegria que recomendo a todos.

Consultem aqui o programa das festas.